Bullying e Cyberbullying



Quem nunca foi zoado ou zoou alguém na escola ou na rua? Risadinhas, empurrões, apertões, fofocas, apelidos que até então eram julgados inocentes, como “baleia”, “rolha de poço”, “sorriso metálico”. Todo mundo já testemunhou uma dessas brincadeirinhas ou foi vítima delas. Mas esse comportamento, considerado normal por muitos pais, está longe de ser inocente. Ele é tão comum entre crianças e adolescentes que recebe até um nome especial: bullying, termo utilizado para designar a prática de atos agressivos entre crianças e adolescentes, como perseguição, humilhação e intimidação.


Até pouco tempo, acreditava-se que essas práticas só aconteciam na vida real, porém, com o aumento do acesso a internet, aumentou-se em muito os casos de "bullying virtual" ou "cyberbullying".  Isso se justifica pela facilidade de acesso às ferramentas disponíveis nos modernos meios de comunicação, especialmente internet e celulares. As tecnologias estão cada vez mais sofisticadas, o que facilita a proliferação do fenômeno e dificulta a identificação dos autores.

Mas quais são as consequências do Bullying e do Cyberbullying?
Para quem pratica, os atos de bullying ferem princípios constitucionais, com o respeito à dignidade da pessoa humana e ferem o Código Civil, que determina que todo ato ilícito que cause dano a outros gera o dever de indenizar.



Para os que sofrem com esses atos, dependendo do grau de intensidade, as conseqüências podem incidir na saúde física, mental e na aprendizagem do adolescente. Problemas como ansiedade, baixa auto-estima e depressão podem ser desencadeadas pelas vítimas. Geralmente, esses adolescentes começam a ter suas relações sociais prejudicadas, devido à insegurança e à sensação de diminuição que essas humilhações podem causar.

Por isso, é bom se ligar antes de cometer qualquer atitude assim, já que qualquer um de nós pode se tornar vítima de ataques e se deparar com novos "apelidos", fotografias montadas, piadinhas, comentários sexistas ou racistas sobre nossa própria intimidade!

Por ( Gustavo )
@thats_hot

4 comentários:

susan disse...

quem pratica o bullying não tem noção de como prejudica a pessoa que está recebendoo :/

Anônimo disse...

é tenso

Anônimo disse...

eu ja passei por isso. criança é pior ainda, não tem noção nenhuma da merda que fala.

Anônimo disse...

Axo que todo mundo já sofreu uma vez na vida, mas claro que com diferente intensidades...

Postar um comentário